Escolha sua linguagem: Português Espanhol
 
 

OPEP relata aumento de 2,8% na produção na Venezuela

A nação relatou a extração de 2,79 milhões de barris entre janeiro e março.

Venezuela ficou em sexto lugar em volume de produção entre os 12 países membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) durante abril, segundo o relatório mensal do cartel do petróleo. O relatório de extração foi baseado em fontes secundárias (como agências de certificação ou auditores do mercado de petróleo) observa que durante o mês de Abril a Venezuela produziu 2,37 milhões de barris por dia, um aumento de 2,8% em relação a abril de 2011, quando a mineração estava em 2,31 milhões de barris. Em comparação ao mês a mês, em abril, de 5000 foram extraídos de barris a mais que em março de 2012. O resultado de abril fez com que a Venezuela ficasse localizada atrás dos 5 maiores produtores da OPEP: Arábia Saudita (9.890.000 bpd), o Irã (3,1 milhões de barris), Iraque (3,02 milhões de barris), Kuwait (2,75 milhões de barris), e Emirados Árabes Unidos (com 2,59 milhões de barris).

Outra contagem a partir do relatório mensal a OPEP decidiu em Abril de incluir estatísticas de produção fornecidas por cada país membro. Esses dados, apresentados incompletos, porque até hoje nem todos os países declararam a sua produção. A Venezuela relatou produção de 2,83 milhões barris por dia nesse mês. De acordo com a mesma informação, a produção média de petróleo bruto na Venezuela durante o primeiro trimestre foi de 2,79 milhões de barris. A diferença marcante entre os relatos de fontes secundárias e as declarações do governo venezuelano (de 460 000 barris por dia) está na consideração de petróleo extra-pesado e melhorado para várias agências são mercado de petróleo bruto sintético, mas a Opep relatou o petróleo da Venezuela relatou como bruto convencional. Segundo o ministro do Petróleo, Rafael Ramirez, as mudanças aprovadas pela OPEP para a definição de petróleo bruto por ano, levando a uma mudança nos números de produção. Mas a Venezuela não é o único produtor com diferenças entre os números e fontes secundárias. Países como Arábia Saudita, Irã, Kuwait e Emirados tem resultados com mais de 100 mil barris de diferença na produção de petróleo.

http://www.eluniversal.com/economia/120515/opep-reporta-alza-de-28-en-produccion-de-venezuela?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=newsEUeco


Publicada em 15/05/2012

Voltar

 
 
 
 
Design by 3WF